Petróleo sobe forte após Opep+ cortar produção de mais de 1 milhão de barris por dia
03/04/2023 12:20 em Notícia

O corte acontece após o preço do petróleo bruto cair para US$ 70 o barril, seu nível mais baixo em 15 meses, devido às preocupações com a demanda. O movimento foi considerado uma 'surpresa' para os investidores e especialistas porque normalmente a Opep+ anuncia cortes durante as reuniões.

 

O preço do petróleo WTI tem alta de 5,46%, a US$ 79,78, enquanto o valor do Brent sobe 5,56%, a US$ 84,33, por volta das 7h (horário de Brasília), desta segunda-feira (3). O desempenho positivo está atrelado a notícia de que Arábia Saudita e outros membros do grupo Opep+ cortaram a produção de petróleo em mais de 1 milhão de barris por dia.

 

O corte acontece após o preço do petróleo bruto cair para US$ 70 o barril, seu nível mais baixo em 15 meses, devido às preocupações com a demanda. Quanto menor o valor, mais prejudicado ficam as companhias que operam com a commodity.

 

O objetivo dá redução é diminuir a oferta enquanto a demanda se mantém. Isso, na teoria, tende a aumentar o preço do petróleo. Os últimos anúncios podem causar um aumento de US$ 10 no preço do barril, estimou o diretor da empresa de investimentos Pickering Energy Partners.

 

O movimento foi considerado uma 'surpresa' para os investidores e especialistas porque normalmente a Opep+ anuncia cortes durante as reuniões. Mas, desta vez, a revisão de preços ocorreu fora da agenda da organização.

 

Especialistas apontam que a medida visa garantir a estabilidade nos preços e prevenir uma possível desaceleração no crescimento da demanda global.

 

A revisão na véspera foi sentida nos mercados em todo o mundo. Os contratos futuros da commodity nos Estados Unidos, por exemplo, operam em alta pela manhã. No Brasil, a expectativa é que o Ibovespa opere em alta nesta segunda, dado que as petrolíferas correspondem a quase 15% da carteira do índice.

 

Fonte e Imagem G1

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!